Segunda, 17 de Junho de 2024
23°

Tempo limpo

Brasília, DF

Senado Federal Senado Federal

Girão apresenta PDL contra resolução do governo Lula, a quem acusa de boicote à liberdade religiosa

O senador Eduardo Girão (Novo-CE) criticou, em pronunciamento nesta quinta-feira (23), a Resolução nº 34 do Conselho Nacional de Política Criminal ...

23/05/2024 às 19h17
Por: Redação Fonte: Agência Senado
Compartilhe:
 - Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado
- Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O senador Eduardo Girão (Novo-CE) criticou, em pronunciamento nesta quinta-feira (23), a Resolução nº 34 do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), vinculado ao Ministério da Justiça, que recomenda a proibição do proselitismo religioso em presídios. O parlamentar informou ter apresentado um projeto de decreto legislativo para sustar os efeitos da resolução ( PDL 258/2024 ) e ressaltou que a recomendação causou uma forte reação entre os missionários religiosos. Segundo Girão, a resolução também veda outras práticas, como a participação de servidores públicos como voluntários religiosos em presídios e o pagamento do dízimo por parte dos presos.

— O texto da resolução diz que "será assegurada a atuação de diferentes grupos religiosos em igualdade de condições, majoritárias ou minoritárias, vedado o proselitismo religioso e qualquer forma de discriminação, de estigmatização e de racismo religioso”. Uma justificativa da resolução é a de garantir a livre escolha de cada preso, mas, na prática, a resolução cria um cerceamento de uma atividade importante de ressocialização do preso e redescoberta do sentido da vida, bem como uma conversão pessoal e adesão a princípios e valores éticos e morais, que, muitas vezes, transformam suas vidas.

O senador afirmou que a bancada evangélica no Congresso Nacional avalia que a resolução vai criar dificuldades no serviço de evangelização, desmotivando as atividades religiosas nos presídios. Segundo Girão, diversos parlamentares acusam o governo federal de perseguição religiosa e afronta à liberdade das igrejas.

— O Ministério da Justiça emitiu uma nota, dizendo que a resolução não proíbe a evangelização e visa a garantir a laicidade do Estado e proteger os direitos dos presos, evitando abusos e manipulações, mas líderes religiosos, tanto católicos como evangélicos e espíritas, dizem que o trabalho de ressocialização e recuperação dos detentos, por meio da fé, deveria ser facilitado e jamais dificultado, como pretende a portaria do governo Lula.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Brasília, DF Atualizado às 13h01 - Fonte: ClimaTempo
23°
Tempo limpo

Mín. 13° Máx. 24°

Ter 25°C 13°C
Qua 25°C 14°C
Qui 27°C 15°C
Sex 27°C 17°C
Sáb 27°C 16°C
Anúncio
Anúncio
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio