• marketing.liderfm@gmail.com
  • (61) 3434.3406 (61) 99321.9363

Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF)

A história da Polícia Militar do Distrito Federal começa no século XIX, com a vinda da corte portuguesa para a cidade do Rio de Janeiro, devido ao bloqueio continental e da invasão de Portugal pelas tropas de Napoleão BonaparteDom João VI, o príncipe regente, e sua corte necessitariam de uma grande estrutura no Brasil-Colônia e, com isso, promoveu-se um grande desenvolvimento no país com a abertura de portos, a criação da Biblioteca Pública, do Arquivo Militar, da Academia de Belas Artes, do Jardim Botânico e de outras instituições que estruturam o a cidade para funcionar como a capital portuguesa.

Com os elementos da Guarda Real da Polícia de Lisboa - uma instituição militar, mas subordinada à Intendência-Geral da Polícia, órgão que funcionava como uma "super prefeitura" - que vieram para o Brasil e segundo os seus moldes, em 13 de maio de 1809 Dom João VI cria a Divisão Militar da Guarda Real de Polícia do Rio de Janeiro, primeiro núcleo das atuais polícias militares estaduais, que tinha a missão de guardar e vigiar o estado do brasil, em especial a cidade do Rio de Janeiro. Até então, conforme as ordenações filipinas, a responsabilidade pelo policiamento nas regiões menos povoadas e nas colônias portuguesas eram os corpo de quadrilheiros.

Viatura da Companhia de Polícia Rodoviária, atual 3º BPTran

Após ser rebatizada algumas vezes, a Polícia Militar do Distrito Federal foi transferida do extinto Distrito Federal, na década de 1960, para a nova sede da capital da república no Planalto Central. Em agosto de 1965, o diretor do então Departamento Federal de Segurança Pública baixou normas para que o comandante geral da corporação, naquela época sediada no estado da Guanabara, instalasse, na nova sede da capital federal, uma unidade administrativa com efetivo orgânico de uma Companhia de Polícia Militar. A finalidade dessa companhia seria executar o serviço de trânsito do Distrito Federal.

A PMDF foi instalada definitivamente na nova sede da capital da república somente em 1966, com militares que optaram por permanecer no novo Distrito Federal e que aguardavam o seu remanejamento definitivo do estado da Guanabara para o Planalto Central, oficiais da reserva do Exército Brasileiro (R/2), pessoal oriundo da extinta Guarda Especial de Brasília (GEB), organização esta fardada, mas de caráter civil, e mais alguns remanejados de outras instituições de segurança pública, em virtude da reorganização do Distrito Federal.

Desde sua criação, a Polícia Militar do Distrito Federal dedica-se à preservação da ordem pública no Distrito Federal, atuando em todas as regiões administrativas e trabalhando dia e noite para o seu bem-estar, atualmente com o lema institucional: Polícia Militar do Distrito Federal – muito mais que segurança e também seu colégio militar: Colégio Militar Tiradentes-casa de honrados patriotas

Fale com a diretoria. Você gostaria de enviar uma mensagem diretamente, com sugestões, ideias ou mesmo críticas?