• marketing.liderfm@gmail.com
  • (61) 3434.3406 (61) 99321.9363

News Photo

Saúde recebe, da ONU, doação de mil kits Dignidade

  • GDF
  • Junho 02, 2020

AGÊNCIA BRASÍLIA* | EDIÇÃO: FREDDY CHARLSON


Foto: Breno Esaki/Secretaria de Saúde


O material tem 15 itens de higiene e cuidados pessoais. Será distribuído pelas equipes de Consultório de Rua Móvel. Foto: Breno Esaki/Secretaria de Saúde

As equipes do Consultório na Rua receberam, nesta terça-feira (2), os mil “Kits Dignidade” doados na semana passada pelo Fundo de População das Nações Unidas Organização das Nações Unidas (ONU). O foco da ação é ajudar no combate à Covid-19. O material tem 15 itens de higiene e cuidados pessoais. Será distribuído pelas equipes de Consultório de Rua Móvel, com base em Ceilândia, Taguatinga e Plano Piloto, como também nos abrigos que acolhem as mulheres vítimas de violência.


O secretário de Saúde, Francisco Araújo, exaltou mais essa “parceria entre a Secretaria de Saúde e o Fundo de População das Nações Unidas, por tudo que ela representa em benefício para a população de rua e mulheres vítimas de violência, num momento em que enfrentamos a pandemia da Covid-19”. Ele ressaltou que “todas as ações voltadas para atender a população mais necessitada no cenário que estamos vivendo são sempre bem-vindas”. A entrega, na sede da Secretaria de Saúde, contou com a presença do subsecretário de Atenção Integral à Saúde, Luciano Agrizzi e o coordenador de Atenção Primária à Saúde, Fernando Damasceno.


Os kits são compostos por creme dental, escova dental, sabonete, shampoo, pente plástico, papel higiênico, absorvente íntimo feminino, toalha de banho, álcool gel 70% de 200 ml, copo de plástico de 500 ml, mochila saco, desodorante roll on, lanterna de bolso, aparelho de barbear e máscaras de tecidos. Alguns itens serão entregues de forma avulsa como a toalha de banho, lanterna, aparelho de barbear e absorventes. “Essa é uma ação muito importante porque traz um pouco de dignidade a quem está numa situação tão vulnerável, morando nas ruas”, destacou Luciano Agrizzi.


De acordo com a psicóloga da equipe Consultório de Rua da Região de Saúde Central, Fernanda Carpovicz, o objetivo da entrega dos “Kits Dignidade” é aumentar o acesso da população à saúde e contribuir para a qualidade de vida da população em situação de rua. “Os kits serão doados para quem está na rua mesmo. Hoje, só no Plano Piloto tem cerca de três mil moradores de rua que não querem ir para os abrigos. Esses kits ajudam muito, dá um pouco de dignidade”, afirmou Fernanda.


Situação


Atualmente, o Distrito Federal possui cerca de quatro mil moradores de rua, muitos deles já cadastrados em algum abrigo. No entanto, existe uma parcela desse quantitativo que está à margem dessa atenção. Portanto, os kits serão entregues às pessoas que não estão no rol de nenhum abrigo e, deste modo, vivendo e dormindo nas ruas da cidade. A operação para o Distrito Federal foi pleiteada pela equipe da Atenção Primária, que soube da distribuição do material em outras unidades federativas e solicitou a parceria já consolidada em outras frentes de trabalho como o Selo de Qualidade de Atendimento aos Adolescentes.


Fernando Damasceno, médico de família e coordenador da Atenção Primária à Saúde (Coaps), destaca esse momento como uma ação que reforça e reflete a interinstitucionalidade que precisa existir entre as instituições. Cita o Selo de Qualidade de Atendimento aos Adolescentes como uma das últimas experiências exitosas vivida entre as instituições. Na primeira etapa, 20 unidades conseguiram receber o selo e qualificar o seu atendimento. Para o profissional, é um exemplo de sucesso que ajuda a incentivar os colegas a melhorar o serviço prestado.


“Precisamos aproveitar essas relações diplomáticas porque temos um potencial muito grande de aproveitar o que eles podem oferecer a nós. Essa ação é uma simples, mas pontual que reflete todo nosso engajamento com outras instituições. Parceria com organismos reconhecidos são sempre muito bem-vindas porque estão sensíveis aos assuntos que precisamos dar apoio de forma proativa. Brasília, em especial, promove esse encontro de forma geográfica e nos permite estar perto e mais acessível a eles e vice-versa. Vem reforçar e incentivar o trabalho que já acontece”, destacou. 


A representante do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) no Brasil, Astrid Bant também endossa a parceria que é oferecida a outros países. “A entrega de Kits Dignidade é realizada pelo Fundo de População da ONU no mundo inteiro, sempre que identificada a necessidade de proteção e auxílio. O objetivo é garantir que as pessoas tenham acesso a informações e produtos que a ajudem a se prevenir da Covid-19, assim como o restante da população”, ressaltou. 


O Consultório de Rua Móvel da SES/DF tem suas bases em Ceilândia, Taguatinga e Plano Piloto e acontece em todo o Distrito Federal. Todas as equipes de Estratégia Saúde da Família estão aptas a receber e tratar esse público. É um trabalho descentralizado que acontece por meio de territórios, ou seja, cada região é responsável por esse público em sua área. O trabalho de atendimento às mulheres em situação de violência que estão em abrigos acontece em parceria com a Secretaria de Ação Social e Desenvolvimento Humano.


*Com informações da Secretaria de Saúde


Compartilhar

Fale com a diretoria. Você gostaria de enviar uma mensagem diretamente, com sugestões, ideias ou mesmo críticas?