• marketing.liderfm@gmail.com
  • (61) 3434.3406 (61) 99321.9363
News Photo

Líder do PDT reage às ameaças de Ciro Gomes: ‘Política não é para fracos’

  • GDF
  • Novembro 05, 2021

O líder do PDT na Câmara, deputado Wolney Queiroz (PE), enviou uma longa mensagem à sua bancada narrando a negociação que levou o partido a apoiar a PEC dos Precatórios, e reagiu à ameaça de Ciro Gomes de suspender sua candidatura à Presidência da República caso a sigla não mude de posição no segundo turno da votação da PEC. As informações são do jornal O Globo.Em um texto de 42 linhas, Wolney diz que, apesar da votação da PEC e a posição do PDT ser de conhecimento geral por estar no noticiário, ele não recebeu qualquer contato de Ciro nesse período.

“Importante ressaltar uma coisa: a votação dessa PEC 23 (Precatórios) era assunto predominante nos noticiários em todas as TVs, portais, blogs e jornais do Brasil. A imprensa especializada já anunciava que PDT e PSB poderiam votar a favor da PEC. Apesar disso, não recebi do presidente Ciro um telefonema, um e-mail, uma mensagem, um recado. Nada. Rigorosamente nenhuma orientação”, escreveu Wolney.

O parlamentar disse que “política não é para fracos” e que formou-se maioria a favor da PEC após discussão interna, com amplo debate e ponderações. Ele conta que o deputado André Figueiredo (PDT-CE), que também lidou com as tratativas, almoçou com o presidente do partido, Carlos Lupi, “cientificando-se da tendência que se avizinhava”.

Wolney também conta que o tema foi levado ao senador Cid Gomes (PDT-CE), irmão de Ciro, e também ao governador do estado, Camilo Santana (PT), e que ambos deram retorno concordando com a posição.

O deputado também usa a mensagem à bancada para dizer que o cargo de líder do partido na Câmara está à disposição. “Reitero que o posto de líder está à disposição dos deputados e deputadas, bem como à disposição da direção nacional do partido”, diz Wolney.  fonte   istoe

Compartilhar

Comentários

Fale com a diretoria. Você gostaria de enviar uma mensagem diretamente, com sugestões, ideias ou mesmo críticas?