• marketing.liderfm@gmail.com
  • (61) 3434.3406 (61) 99321.9363
News Photo

Farmácias de Alto Custo reduzem filas com entregas

  • GDF
  • Abril 21, 2020

Com o objetivo de evitar filas e aglomerações e como medida para o enfrentamento da pandemia do coronavírus, desde o dia 3 de abril, começou a funcionar a entrega de medicamentos de alto custo em casa, uma parceria entre a Secretaria de Saúde e o Banco de Brasília (BRB).


Segundo o secretário de Saúde, Francisco Araújo, “essa foi uma determinação do governador Ibaneis, que está sendo executada, para que reduzíssemos os riscos de contaminação dos paciente que retiraram, regularmente o medicamento e dar mais dignidade a quem precisa desse serviço”.


Somente na última sexta-feira (17), foram entregues 561 medicamentos nas residências dos usuários. “Estamos trabalhando de forma paralela, entregando medicamentos em residências e atendendo presencialmente. Por conta desse trabalho, temos cada vez menos usuários nas filas”, explica a diretora de Assistência Farmacêutica, Samara Carneiro.


Funciona assim: o paciente com cadastro atualizado na farmácia telefona para o número 3029-8080, das 8h às 18h, para agendar o recebimento dos remédios em casa. Só pode receber o remédio o próprio paciente ou um representante legal, que também deve estar cadastrado na farmácia. Alguns tipos de medicamentos, como os controlados, não podem ser entregues, devido as exigências da legislação específica.  


Com o início do funcionamento do serviço de entrega já se observa redução no número de atendimentos. Em Ceilândia, por exemplo, o número de senhas distribuídas caiu de 750 para 500 por dia.


“Estamos fazendo o possível para evitar as filas. Em função do estoque disponibilizado pelo Ministério da Saúde, alguns usuários já receberam medicamentos para até três meses. Além disso, o paciente pode cadastrar até cinco pessoas para retirar o medicamento em seu lugar, durante esse período de prevenção ao coronavírus”, afirma Samara.


Enfrentamento


Algumas mudanças foram implementadas nas Farmácias do Componente Especializado (alto custo) para enfrentamento da Covid-19. Nas três farmácias – Gama, Ceilândia e Asa Sul -, os servidores organizam a entrada dos pacientes, respeitando a distância de pelo menos dois metros entre as pessoas. Além de disponibilizar álcool em gel para higienização das mãos, quem apresenta algum sintoma gripal recebe máscara.


No total, 33 mil pacientes estão cadastrados para receber medicamentos de alto custo nas três farmácias. Para tirar dúvidas sobre atendimento e informações sobre a entrega de remédios em casa o paciente pode ligar para o 160 – opção 3.


* Com informações da Secretaria de Saúde

Compartilhar

Fale com a diretoria. Você gostaria de enviar uma mensagem diretamente, com sugestões, ideias ou mesmo críticas?